BTA ADD INNOVATION
Set

20

2019

Engenharia Química: a arte da transformação



 
Set

20

2019

Engenharia Química: a arte da transformação

Há quem diga que a Engenharia Química é a Engenharia Universal. Se esta profissão pudesse ser definida em apenas uma palavra esta certamente seria “transformação”.

A Engenharia Química é o ramo da Engenharia responsável pela transformação, na composição, estado físico ou conteúdo energético de matérias-primas em uma série de produtos úteis ao ser humano. Esta profissão estuda e realiza o planejamento de plantas químicas industriais, assim como sua operação. 

Toda a dinâmica da economia do país passa pela industrialização. A competitividade não se faz sem o desenvolvimento tecnológico. Portanto, é preciso que esse desenvolvimento seja aplicado com uso de tecnologias já existente e de outras novas. E é neste ponto que entra em ação o Engenheiro Químico, considerado um dos profissionais mais versáteis dentro do segmento, pois sua formação compreende conhecimentos aprofundados em diferentes ramos, atuando principalmente na organização dos processos produtivos. 

A engenharia química na agroindústria

No agronegócio esta área é vasta para a engenharia química, justamente porque necessita de constantes inovações. Tem um papel importantíssimo do plantio ao beneficiamento do produto. A pesquisa e a concepção de insumos proporcionam um crescimento sustentável, respeitando as limitações dos recursos naturais em harmonia com o desenvolvimento social e econômico.

Ligado à criação de aves, suínos, bovinos entre outros, tem-se a produção de carne, ovos, leite e outros derivados. Porém, o processamento destes alimentos gera muitos resíduos que, se descartados de maneira incorreta causam sérios problemas ambientais. A área de tratamento de efluentes aponta para a necessidade de uso de tecnologias voltadas para o tratamento da água. 

Alguns cursos de Engenharia Química foram criados com intuito de desenvolver projetos relacionados ao processamento de alimentos, tratamento de efluentes, qualidade do ar, da água e biotecnologia. Desta forma, estes profissionais ajudam a mover o país de forma sustentável, limpa e com qualidade.

Quais outras atuações de um engenheiro químico?

Este profissional pode atuar também, por exemplo, no sistema de tratamento de gases e líquidos, desenvolver novas tecnologias, supervisionar processos produtivos, planejar a construção de usinas e muito mais.

O engenheiro químico é um profissional que trabalha diretamente com processos industriais, sobretudo aqueles que envolvem transformações físico-químicas. Sua função é desenvolver técnicas para a obtenção e transformação de matérias-primas em bens de consumo e, por isso, esse profissional também se preocupa em aperfeiçoar os processos relacionados à alteração de produtos químicos ou petroquímicos em materiais plásticos, têxteis e papéis, por exemplo.

Esse segmento da Engenharia atua no aprimoramento de equipamentos e tecnologias e preocupa-se também em desenvolver novas técnicas e opções ainda mais responsáveis e ecologicamente corretas. O engenheiro químico fiscaliza ainda os processos da cadeia produtiva, atestando sua segurança e garantindo a qualidade dos produtos que serão originados.

Diferença entre Química e Engenharia Química

Uma dúvida comum entre as pessoas é a diferença entre as graduações em Química e Engenharia Química. A verdade é que ambas as profissões são correlatas, mas têm segmentos de atuação e abrangências distintas.

A maioria dos químicos trabalha em laboratórios, fazendo análises químicas, desenvolvendo materiais e propondo novos processos para obter produtos químicos. 

O engenheiro químico também se ocupa de processos químicos, mas em escala industrial – ou seja, ele trabalha na indústria, dimensionando equipamentos e definindo as etapas do processo de fabricação.

Para realizar atividades tão distintas, o curso de Química tem um foco maior em disciplinas ligadas às ciências puras, enquanto a Engenharia trabalha mais com a aplicação dessa ciência no dia a dia de uma indústria.

Mitos e Verdades

Assim como em outras profissões a da engenharia química também tem seus mitos e suas verdades. Confira: 

“O curso de Química e o de Engenharia Química são a mesma coisa”

MITO

Se fosse a mesma coisa, seria um curso só. Os químicos têm um aprendizado voltado para área acadêmica (ensino e pesquisa), enquanto os engenheiros químicos aprendem assuntos mais voltados para área industrial.

“Engenharia Química tem aulas em laboratório”

VERDADE

O normal é que as aulas de laboratório mais simples (Química analítica e Orgânica) sejam no começo do curso, e as mais complexas (Operações Unitárias e Mecânica dos Fluidos) sejam no final do curso, mas depende muito da universidade.

“Tem mais matemática e física do que química na faculdade de Engenharia Química”

VERDADE

É uma engenharia, logo, tem muitos cálculo e física, mas isso não significa que tenha pouca química.

A BTA homenageia os engenheiros químicos - clientes e colaboradores - por essa nobre profissão que encanta, transforma e gera novos produtos que contribuem para facilitar o dia a dia de todos.

Quer saber mais sobre profissões que contribuem com o Agronegócio? Então confira nossos outros artigos sobre os profissionais de Zootecnia, Medicina Veterinária e Nutrição deste segmento.


COMPARTILHE:       
COMPARTILHE:   
   

Celice Tamanini

Jornalista BTA Aditivos